5 Perguntas para Igor Sorriso, intérprete da Mocidade Alegre

Igor da Silva Moreira, mais conhecido como Igor Sorriso, é carioca e hoje se dedica ao carnaval paulistano. Intérprete oficial da Mocidade Alegre desde 2019, também desfila pela Ilha do Marduque, escola de Uruguaiana/RS. Sorriso foi revelado pela Mocidade Unida do Santa Marta, escola do bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, mas sua estreia na Marquês de Sapucaí foi pela São Clemente. Ainda no Rio, foi intérprete oficial da Unidos de Vila Isabel.

Quando e onde começou seu amor pelo carnaval? 

Tenho uma relação com o carnaval desde a infância. Lembro até hoje quando ficava em casa assistindo aos desfiles pela televisão e quando minha tia e minha vó, que sempre gostaram muito de carnaval, me levavam para ensaios e blocos. Isso sem contar em um grande amigo, que me viu em um grupo de pagode e me levou para começar a cantar samba-enredo. Sonhei em conseguir viver dessa arte que amo tanto, e hoje o próprio carnaval me proporciona isso.

Há quanto tempo está na agremiação e o que significa pra você?

Essa é a minha terceira passagem pela Mocidade Alegre, a segunda como intérprete oficial. E desde o primeiro dia que pisei na quadra, aqui no bairro do Limão, fui acolhido de uma forma que não consigo explicar. É realmente uma relação mais que especial. Em 2019 resolvi mudar totalmente minha vida e vir de vez para São Paulo para me dedicar integralmente à Mocidade. Foi a melhor escolha que eu poderia fazer.

Agremiação e comunidade: como você define essa relação?

A comunidade do Limão é sem palavras. É um povo que ama e respeita, demais, esse pavilhão. Tenho muito orgulho de poder fazer parte e conviver com uma gente tão aguerrida e que abraça tanto o propósito da nossa escola. É literalmente uma família, que faz de tudo pelo nosso bem maior, que é o pavilhão da Morada.

Quais são as maiores dificuldades que vocês enfrentam durante a organização do Carnaval?

A gente sabe que o carnaval ainda sofre um certo preconceito, infelizmente. Mas graças a Deus, a Mocidade é uma escola muito bem organizada, com uma administração impecável da presidente Solange e toda a diretoria. Isso nos dá uma segurança maior até para trabalhar, com mais calma e confiança. É um ambiente de trabalho que faz a diferença na nossa rotina.

Qual é a importância cultural do Carnaval para a cidade e para a sociedade em geral?

O carnaval é a maior festa de expressão cultural do nosso país. Isso representa muito. Além de ter uma importância absurda quando falamos das nossas origens e da bandeira cultural que levantamos, é uma festa que gera milhares de empregos, além de movimentar economia e turismo de todo o país. Acho que, cada vez mais, é fundamental que quem faz o carnaval acontecer entenda essa grandiosidade e use isso a favor da nossa cultura.

Fernanda Oening

Jornalista e produtora. Editora do SambaNews. Paulistana, nascida e criada na Barra Funda, bairro onde conheceu um amor pra vida inteira: Camisa Verde e Branco. Foi passista e destaque da escola por anos. Não dispensa uma boa roda de samba!

Compartilhe com os amigos:

Acompanhe nossas redes

Mais Populares

Scroll to Top