5 Perguntas para Igor Vianna, intérprete do Camisa Verde e Branco

Nascido e criado em Bangu, Igor Vianna é filho de Ney Vianna, conhecido como a voz oficial da Mocidade Independente de Padre Miguel por duas décadas, e bisneto de Pixinguinha. Sua trajetória no carnaval começou em 1996, desfilando pela Mocidade, e posteriormente, na União de Jacarepaguá, teve a oportunidade de sair pela primeira vez num carro de som na avenida. Ao longo de sua carreira, Igor passou por diversas escolas de samba cariocas, como Vila Isabel, Portela, Santa Cruz e Porto da Pedra.

Em São Paulo, ele fez parte da Acadêmicos do Tucuruvi, Pérola Negra e atualmente é o intérprete oficial do Camisa Verde e Branco, que retornará ao Grupo Especial em 2024. No 5 Perguntas, Igor compartilha os desafios enfrentados ao longo de sua jornada no samba, suas inspirações e seus planos futuros.

Quando e onde começou seu amor pelo carnaval?

Meu amor pelo carnaval começou ainda criança, com menos de 8 anos, ao ver meu pai, e também Jamelão, Quinzinho, Carlinhos de Pilares, como cantores de sambas-enredos. Ali vi que queria seguir o mesmo caminho.

Há quanto tempo está na agremiação e o que significa pra você?

Essa é a minha segunda passagem pelo Camisa Verde e Branco. A primeira foi em 2013. O Camisa, pra mim, é um pilar da cultura do Brasil, uma escola que tem uma raiz negra muito forte, que tem uma comunidade muito apaixonada e extremamente precisa para o samba de São Paulo e do Brasil.

Agremiação e comunidade: como você define essa relação?

Vejo como parceria. Não existe escola de samba sem a sua comunidade. E sem a sua escola de samba, uma comunidade é triste, pois é uma comunidade sem história, sem suas raízes, sem o seu quilombo.

Quais são as maiores dificuldades que vocês enfrentam durante a organização do Carnaval?

Infelizmente, é o financeiro, pois para se fazer um grande desfile, um grande espetáculo, é preciso ter de onde tirar. O carnaval é a maior festa e manifestação popular, merece respeito, mais apoio e suporte financeiro. A maior cultura. Carnaval e futebol, são, no mundo, os maiores divulgadores do Brasil.

Qual é a importância cultural do Carnaval para a cidade e para a sociedade em geral?

O carnaval é a maior festa, manifestação e linguagem cultural. Se aqueles que são avessos ao carnaval, olhassem como nós olhamos, iriam ver que com a gente, com o nosso povo, onde muitos são mal letrados, eles terão muito a aprender.

Fernanda Oening

Jornalista e produtora. Editora do SambaNews. Paulistana, nascida e criada na Barra Funda, bairro onde conheceu um amor pra vida inteira: Camisa Verde e Branco. Foi passista e destaque da escola por anos. Não dispensa uma boa roda de samba!

Compartilhe com os amigos:

Acompanhe nossas redes

Mais Populares

Scroll to Top