5 Perguntas para Madu Fraga, rainha de bateria do Vai-Vai

Maria Eduarda Fraga da Mata, a Madu, frequenta a quadra do Vai-Vai desde muito pequena. Lá se tornou musa e passista profissional. Eleita a segunda princesa do carnaval de São Paulo em 2023, foi coroada rainha da bateria da Saracura em maio deste ano. Formada em direito, a modelo e bailarina estreia à frente da “Pegada de Macaco” no retorno da agremiação ao Grupo Especial em 2024.

Quando e onde começou seu amor pelo carnaval? 

Eu nasci sambista, sou de uma família de sambistas, apaixonados por carnaval. Eu nasci amando esse mundo.

Há quanto tempo está na agremiação e o que significa pra você ?

Estou no Vai-Vai há 22 anos. O Vai-Vai é minha família, minha casa, meu lugar e faz parte da construção da mulher que sou hoje.

Agremiação e comunidade: como você define essa relação? 

Agremiação é só o nome socialmente dado pra essa gigante comunidade. Comunidade são todos que vivem com paixão, amor e responsabilidade o ano inteiro em prol da escola, do crescimento e de um bom desfile.

Quais são as maiores dificuldades que vocês enfrentam durante a organização do Carnaval?

Dinheiro. Acredito que a grande maioria das escolas tem esse problema.

Qual é a importância cultural do Carnaval para a cidade e para a sociedade em geral?

Além de ser uma cultura nossa, cultuamos a nossa ancestralidade por todo o sempre. O carnaval é o evento que mais mexe com a economia do país e estado. O maior espetáculo da Terra!. Deve-se sempre lembrar que o carnaval não é, somente, os quatro dias do calendário. Quem vive do carnaval vive o ano todo. Muitas pessoas trabalhando em prol de um espetáculo abrange muito mais do que pensam.

Fernanda Oening

Jornalista e produtora. Editora do SambaNews. Paulistana, nascida e criada na Barra Funda, bairro onde conheceu um amor pra vida inteira: Camisa Verde e Branco. Foi passista e destaque da escola por anos. Não dispensa uma boa roda de samba!

Compartilhe com os amigos:

Acompanhe nossas redes

Mais Populares

Scroll to Top