LIESA reúne representantes das escolas do RJ, mas não definem Carnaval 2021

Sapucaí
Foto: Representação Internet

Na noite desta terça-feira, 14, a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) se reuniu com representantes das agremiações que integram o Grupo Especial do RJ, para debater se haverá Carnaval 2021. Em virtude da pandemia do novo Coronavírus todos os eventos com aglomeração de público estão proibidos até o momento, sem previsão de retorno.

Segundo Jorge Castanheira, presidente da Liesa, ainda é cedo para uma decisão, mas disse que houve um consenso: sem vacina, não há possibilidade de acontecer o evento. Perguntado sobre o possível adiamento dos desfiles para junho de 2021, conforme algumas notícias divulgadas, Jorge citou mais um problema que poderia prejudicar a organização das escolas: a proximidade dos preparativos para o carnaval seguinte. Ele ressaltou que nada está decidido, que ainda terão novas discussões, mas que seguirão as determinações dos órgãos do governo e da saúde. A decisão final deverá ser tomada até setembro, data limite para que toda a programação possa ser executada, seja nas escolas ou nos outros setores envolvidos no evento.

Em São Paulo, também não há nenhuma definição até o momento. Nesta quarta (15), o governador do estado, João Doria (PSDB), disse em coletiva que os megaeventos só poderão acontecer se houver uma vacina contra a Covid-19. “O Brasil está prestes a alcançar 2 milhões de casos confirmados e 316 mil mortes. É a maior tragédia da história desse país em qualquer tempo. Não há nada a celebrar, não há nada a comemorar. E muita atenção àqueles que diante de um quadro como esse ainda querem fazer atividades festividades de Ano Novo ou de carnaval. Nós não temos que celebrar nem Ano Novo, nem carnaval diante de uma pandemia. Apenas com a vacina pronta e aplicada, e a imunização feita, é que podemos ter celebrações que fazem parte do calendário do país, mas neste momento, não!”, afirmou Doria.

Fernanda Oening

Jornalista e produtora. Editora do SambaNews. Paulistana, nascida e criada na Barra Funda, bairro onde conheceu um amor pra vida inteira: Camisa Verde e Branco. Foi passista e destaque da escola por anos. Não dispensa uma boa roda de samba!

Compartilhe com os amigos:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Scroll to Top